MPGO aciona Câmara de Catalão e vereador após denúncias de funcionários fantasmas

O Ministério Público de Goiás (MPGO), acionou a Câmera de Catalão, após receberem denúncias  sobre a existência de funcionários fantasmas na casa legislativa. Foi proposta pelo MP uma ação civil pública contra a Câmera e o presidente, vereador Jair Humberto da Silva (Pros).  O motivo é a contratação de funcionários que não estariam exercendo suas funções.

Acompanhe a matéria completa com Vinícius Silva:

ouça ao vivo