Em Goiás, 75% dos enfermeiros não recebem o piso

O problema com o piso salarial dos enfermeiros ainda pode delongar mais alguns meses. O setor privado mantém reclamações e enfatiza que reajuste significaria quebra e demissões, cobrando iniciativa do governo para solução do problema.

Hoje, em Goiás, 75% dos 70 mil trabalhadores da área seriam beneficiados com os salários previstos pela lei aprovado no ano passado.

Acompanhe a matéria completa com Morgana Kelly:

ouça ao vivo